Polenta no Capitão

 

 

 

 

 

flyer_ragu2(2)

No próximo sábado, dia 17/05, estarei em Perdizes com o Sandro Scardini (Chef de Cozinha) e o Daniel Cobucci (Sommelier de Cervejas) organizando um evento de comidas e cervejas especiais.

Eu farei um delicioso brigadeiro com malte de cevada, e o  Sandro fará uma bela polenta com molho de calabresa. Para acompanhar a polenta vai rolar uma cerveja especial (American Amber Ale), além das dezenas de outras cervejas com ótimos preços do Capitão Barley (um dos pontos cervejeiros que já está virando referência em Sampa).

Começa por volta da uma da tarde, espero vocês lá!

Erika

Image.140007269966110314530_789371894406416_9101978275200421183_n

 

 

Aguzzo

Screen Shot 2013-06-25 at 12.39.10 PM

Restaurante Aguzzo está localizado no Bairro de Pinheiros a uma quadra da Rua Teodoro Sampaio.

Restaurante de comida italiana tem um excelente atendimento, carta de vinhos bem elaborada por seu sommelier, ambiente aconchegante e muito agradável.

Os pratos são deliciosos.

Em minha primeira e experiência no lugar degustei de entrada uma excelente  Polenta italiana con ragù di salsiccia e shitake:
Polenta fresca servida com lingüiça toscana, tomate e shitake

Para o prato principal minha escolha foi o delicioso  Parmigiano all´Aguzzo con granna padano:
Filé mignon panado com pão feito na casa, crocante, gratinado com parmesão e molho de tomates

Encerrando a noite maravilhosa minha opção para a sobremesa foi a Panna cotta di vaniglia con salsa di lampone:
Creme de leite fresco cozido com favas de baunilha e calda de framboesa

Tudo isso acompanhado de um bom vinho escolhido pelo meu marido sommelier.

Voltaremos com certeza!

A Magia da Cozinha – Visita Surreal

Segunda-feira estava com muita vontade de comer Cheesecake, tudo isso por causa da Dani Higashino, que fez uma receita do Olivier Anquier e postou no Instagran. Eu como sou curiosa e amo experimentar, fui correndo comprar as coisas pra fazer mas não dava certo. Segunda eu decidi fazer de qualquer jeito, a receita original do site do Olivier leva a cobertura de Maracujá mas a Dani fez com Mirtilo e Morangos e era essa que eu queria comer.

Iniciei o preparo umas dez da noite (maluca né?) mas vontade é vontade. Assado o cheesecake e calda pronta deixei descansando para cobrir com a calda e enfeitar.

Pois bem amigas e amigos, no dia seguinte estava trabalhando e resolvi ligar para meu marido em casa para saber como estavam as coisas, e recebi a notícia de que alguém famoso iria ao meu apartamento, eis que para minha total, completa e irrestrita perplexidade adivinhem só quem apareceu, Olivier Anquier, sério, quase cai da cadeira.

Bem, ao meu marido restou a tarefa de fotografar o querido Olivier segurando meu cheesecake milagroso que atrai celebridades direto da minha cozinha!!!! Como ele foi parar em casa, isso é uma longa história, rsrsrs…

Vejam minha receita adaptada do Cheesecake do Olivier!

Demais né?

Olivier
Olivier

Mocotó

Mocotó

Estive no restaurante Mocotó no último domingo para conhecer a tão famosa cozinha do chef Rodrigo Oliveira. Sua mistura de cozinha moderna com os ingredientes do nordeste do país é irreverente e sensacional. Mas chegue cedo ou tenha paciência e curta uma fila (longa) degustando as entradinhas servidas no restaurante e suas caipirinhas deliciosas.

O restaurante fica afastado dos grandes pólos gastronômicos de Sampa mas vale cada quilômetro rodado para chegar até lá. O ambiente é descontraído e o serviço do local muito bom. Todos os garçons, apesar do movimento intenso, te atendem com um sorriso no rosto.

Comecei experimentando o famoso chips de mandioca, crocante e delicioso para acompanhar uma cervejinha gelada.

Na sequencia experimentei o escondidinho de carne de panela com requeijão do sertão, sem palavras! Imperdível.

Minha próxima pedida foi o tão famoso dadinho de tapioca – Cubinhos de tapioca com queijo-de-coalho dourados e servidos com molho de pimenta agridoce – R$ 16,90. Uma experiência… Acompanhado pela sensacional caipirinha de três limões com cachaça.

O prato principal foi um Atolado de Vaca – Carne de panela cozida com mandioca, tomatinho, cebolinha e azeitona verde. Servida fumegando na panelinha – R$ 25,90 – o prato serve duas pessoas tranquilamente.

Para sobremesa apostei na degustação de doces artesanais (degustação de 4 doces servidos com queijo-de-coalho, 16,90), experimentei abóbora com coco, cocada cremosa, goiabada cremosa e doce de leite.

Pra finalizar a experiência maravilhosa que tive no Mocotó cumprimentei o grande Chef Rodrigo, muito simpático e na minha opinião gênio da gastronomia.

Trouxe comigo do empório do restaurante um pote do delicioso doce de leite gourmet (toque de laranja e baunilha) e um pote de melado para acompanhar um queijo coalho ou prima dona maçaricado… mas isso é história pra outro post!

Mocotó

Gostinho de Vitória

Descobrindo a cozinha Capixaba

Esse ano fui passar a virada em Vitória – ES e graças a meu amigo Sandro Scardini e suas dicas incríveis tivemos momentos de puro deleite gastronômico. Posso dizer que o Capixaba sabe apreciar o que sua terra tem de melhor, os peixes e frutos do mar fresquinhos.

A Moqueca Capixaba é um item a parte. Em cada restaurante uma nuance de sabor que se abria para nossa descoberta. Adorei.

Começamos nossa viagem Gastronômica pelo Papaguth, restaurante especializado em culinária regional capixaba. O restaurante fica na Praça do Papa na entrada da Baia de Vitória e tem uma vista linda.

Pedimos de entrada casquinha de siri (R$ 15.00), estava uma delícia, mesmo eu não curtindo muito coentro.  Nosso prato principal, é claro, foi a famosa moqueca capixaba (R$ 145.00), pedimos uma de badejo com camarões médicos, a porção vem bem servida, acompanhada de arroz, pirão e uma farofinha, sei que é um pecado para quem gosta mas pedi sem coentro.

Captura de tela 2013-01-02 às 21.57.54

No jantar reservamos uma mesa no Lareira Portuguesa, restaurante estrelado pelo Guia 4 Rodas e eleito pela Veja o melhor restaurante Português do Espirito Santo.

Altas e vistosas, as postas de bacalhau da espécie Gadus morrhua, a mais nobre do peixe, saem da cozinha e estrelam os pratos de execução caprichada.

Para começar, o bolinho de bacalhau (R$ 7,00) é obrigatório, sequinho e super saboroso.

Para o prato principal optamos pelo Bacalhau a Lareira, 650 gramas de bacalhau servido com amêndoa frita no azeite, batata, couve-de-bruxelas e arroz de brócolis, incrível (R$ 159,00), o prato serviu 4 pessoas sem exageros.

Captura de tela 2013-01-02 às 23.26.51

No segundo dia de passeio fomos até a praia de Meaípe que fica em Guarapari. Nesse local há locais que vendem o bolinho de Aipim recheado – é uma delícia – mas cuidado, o bolinho é enorme e equivale a uma refeição! Adorei o da Barraca da Zezé.

No almoço decidimos conhecer o restaurante Gaeta, também estrelado pelo guia 4 Rodas, e comer mais uma moqueca capixaba, especialidade da casa.

Nossa entradinha foi cortesia, uma porção de camarão empanado bem sequinho, deliciosa.

A Moqueca (R$ 165,00) desta vez foi de badejo com lagosta, acompanhada de pirão, arroz e de brinde uma moqueca de banana.

Estava deliciosa, mais uma vez pedi para não adicionarem coentro na minha, decididamente é um ingrediente que não gosto.

Para a sobremesa é obrigatório pedir a famosa torta de coco (R$ 8,00), sensacional!!!

Torta de Coco - GaetaEles me deram a receita e em breve, após eu testar,  vou postar aqui no blog.

A noite, para sairmos um pouco do circuito Moqueca, fomos até um Boteco de um Paulista, chamado, é claro, de Botequim São Paulo.

Adoramos, a cerveja estupidamente gelada e o ótimo bolinho de carne com pimenta biquinho e o pastel de carne com requeijão deram início a mais uma noite deliciosa na terra Capixaba.

No terceiro dia de viagem fomos levados ao Pirão, mais um estrelado pelo Guia 4 Rodas.

Começamos pedindo uma casquinha de Siri com catupiry (R$ 18,00), a adição do ingrediente na tradicional casquinha deu uma suavidade e sabor diferente, gostei.

Nosso prato principal foi, claro, Moqueca Capixaba (115,50), desta vez optamos pela de badejo com camarões pequenos, que eu acho muito saboroso, e nossa decisão foi acertada. Estava deliciosa. Na minha opinião a mais bem temperada de todas que provei.

moqueca restaurante pirão

No último dia, já estávamos querendo fugir dos peixes e optamos por uma Cantina. A Cantina do Bacco foi uma grata surpresa, massas bem feitas, apresentação bonita e ambiente super agradável, finalizei minha viagem degustando um spaghetti a carbonara (R$ 24,50) delicioso.

O Mercado – Feira Gastronômica

20121209221801078Hoje conheci O Mercado – Feira Gastronômica, que aconteceu no Mercado Municipal de Pinheiros. A feira foi idealizada por Checho Gonzales, Henrique Fogaça e Lira Yuri, e tem como objetivo resgatar a comida de rua. Traz  comida gourmet de grandes chefs a preços populares, os pratos variam de R$ 5 a R$ 15 reais.

O evento, em sua última edição do ano, contou com 27 barraquinhas com  aproximadamente 46 pratos para deleite dos que por lá passaram.

Eu provei :

o delicioso baião de dois do Mocotó (chef Rodrigo Oliveira);

o fantástico sanduíche de filet mignon empanado, recheado com queijos gorgonzola e meia cura e vinagrete de rúcula e limão do Chef Henrique Fogaça (Sal Gastronomia);

                                                             20121209221456080

o porco na lata com purê de pequi e molho provençal dos chefs Geovane Carneiro e Luciano Nardelli do D.O.M, o porco derretia na boca e o purê de pequi estava delicioso;

para finalizar o inesquecível bolo de coco da La Vie en Douce (chef Carole Crema, de quem sou fã). Lá também estava Marina Hernandez que apresenta o programa Cozinha Caseira no canal bem simples junto com Carole. Aproveitei pra tietar!

20121209221230944

Existiam outras delicias que eu gostaria de ter provado mas vai ficar para a próxima edição da feira. Quando souber informo aqui no blog, é imperdível. Oportunidade de se comer pratos incríveis perto dos grandes chefs a preços acessíveis em ambiente descontraído, com boa música. Diversão garantida para olhos, ouvidos e principalmente PALADAR!

Twelve Bistrô

20121202114106992

Esse bistrô, pequeno e aconchegante localizado na Vila Madalena guarda surpresas interessantes.

O Twelve Bistrô é comandado pelo Chef australiano Greigor Caisley no Brasil desde 2000. Em um menu enxuto é possível degustar deliciosas coxinhas de rabada (R$ 16,00 a porção com 6 unidades) crocantes com massa fina e macia e um suculento e bem temperado recheio de rabada. Há também o Fish Finger’s com molho tártaro (R$ 26.00), pedaços de peixe frito (o peixe estava um pouco gorduroso no final) acompanhados de uma deliciosa maionese temperada. Existem opções de saladas e outros petiscos.

A Carta de Cervejas é boa, com opções nacionais e importadas são ótima pedida pra acompanhar os petiscos servidos na casa. Nessa visita experimentamos a Conti Premium Pilsen (R$ 12.00), cerveja produzida em Cândido Mota, muito saborosa.

Como prato principal aconselho o Fish ‘n’ chips  (36,00), deliciosos pedaços de robalo empanados em massa que leva cerveja em sua preparação, chegam à mesa crocantes e são suculentos e saborosos. As batatas tem um toque de alecrim. Delícia!

Experimentei também o robalo com curry amarelo e arroz branco (R$ 40.00). O peixe estava muito suculento mas achei picante demais para o meu paladar.

Durante a semana servem menu executivo.

Rua Simão Alvares, 1018, Pinheiros – São Paulo

Fone: 11 3562- 7550

Aberto

Terça a Sábado das 12:hs00 às 24hs00
Domingo das 12hs00 às 19hs00

 

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑