Aguzzo

Screen Shot 2013-06-25 at 12.39.10 PM

Restaurante Aguzzo está localizado no Bairro de Pinheiros a uma quadra da Rua Teodoro Sampaio.

Restaurante de comida italiana tem um excelente atendimento, carta de vinhos bem elaborada por seu sommelier, ambiente aconchegante e muito agradável.

Os pratos são deliciosos.

Em minha primeira e experiência no lugar degustei de entrada uma excelente  Polenta italiana con ragù di salsiccia e shitake:
Polenta fresca servida com lingüiça toscana, tomate e shitake

Para o prato principal minha escolha foi o delicioso  Parmigiano all´Aguzzo con granna padano:
Filé mignon panado com pão feito na casa, crocante, gratinado com parmesão e molho de tomates

Encerrando a noite maravilhosa minha opção para a sobremesa foi a Panna cotta di vaniglia con salsa di lampone:
Creme de leite fresco cozido com favas de baunilha e calda de framboesa

Tudo isso acompanhado de um bom vinho escolhido pelo meu marido sommelier.

Voltaremos com certeza!

Mocotó

Mocotó

Estive no restaurante Mocotó no último domingo para conhecer a tão famosa cozinha do chef Rodrigo Oliveira. Sua mistura de cozinha moderna com os ingredientes do nordeste do país é irreverente e sensacional. Mas chegue cedo ou tenha paciência e curta uma fila (longa) degustando as entradinhas servidas no restaurante e suas caipirinhas deliciosas.

O restaurante fica afastado dos grandes pólos gastronômicos de Sampa mas vale cada quilômetro rodado para chegar até lá. O ambiente é descontraído e o serviço do local muito bom. Todos os garçons, apesar do movimento intenso, te atendem com um sorriso no rosto.

Comecei experimentando o famoso chips de mandioca, crocante e delicioso para acompanhar uma cervejinha gelada.

Na sequencia experimentei o escondidinho de carne de panela com requeijão do sertão, sem palavras! Imperdível.

Minha próxima pedida foi o tão famoso dadinho de tapioca – Cubinhos de tapioca com queijo-de-coalho dourados e servidos com molho de pimenta agridoce – R$ 16,90. Uma experiência… Acompanhado pela sensacional caipirinha de três limões com cachaça.

O prato principal foi um Atolado de Vaca – Carne de panela cozida com mandioca, tomatinho, cebolinha e azeitona verde. Servida fumegando na panelinha – R$ 25,90 – o prato serve duas pessoas tranquilamente.

Para sobremesa apostei na degustação de doces artesanais (degustação de 4 doces servidos com queijo-de-coalho, 16,90), experimentei abóbora com coco, cocada cremosa, goiabada cremosa e doce de leite.

Pra finalizar a experiência maravilhosa que tive no Mocotó cumprimentei o grande Chef Rodrigo, muito simpático e na minha opinião gênio da gastronomia.

Trouxe comigo do empório do restaurante um pote do delicioso doce de leite gourmet (toque de laranja e baunilha) e um pote de melado para acompanhar um queijo coalho ou prima dona maçaricado… mas isso é história pra outro post!

Mocotó

Gostinho de Vitória

Descobrindo a cozinha Capixaba

Esse ano fui passar a virada em Vitória – ES e graças a meu amigo Sandro Scardini e suas dicas incríveis tivemos momentos de puro deleite gastronômico. Posso dizer que o Capixaba sabe apreciar o que sua terra tem de melhor, os peixes e frutos do mar fresquinhos.

A Moqueca Capixaba é um item a parte. Em cada restaurante uma nuance de sabor que se abria para nossa descoberta. Adorei.

Começamos nossa viagem Gastronômica pelo Papaguth, restaurante especializado em culinária regional capixaba. O restaurante fica na Praça do Papa na entrada da Baia de Vitória e tem uma vista linda.

Pedimos de entrada casquinha de siri (R$ 15.00), estava uma delícia, mesmo eu não curtindo muito coentro.  Nosso prato principal, é claro, foi a famosa moqueca capixaba (R$ 145.00), pedimos uma de badejo com camarões médicos, a porção vem bem servida, acompanhada de arroz, pirão e uma farofinha, sei que é um pecado para quem gosta mas pedi sem coentro.

Captura de tela 2013-01-02 às 21.57.54

No jantar reservamos uma mesa no Lareira Portuguesa, restaurante estrelado pelo Guia 4 Rodas e eleito pela Veja o melhor restaurante Português do Espirito Santo.

Altas e vistosas, as postas de bacalhau da espécie Gadus morrhua, a mais nobre do peixe, saem da cozinha e estrelam os pratos de execução caprichada.

Para começar, o bolinho de bacalhau (R$ 7,00) é obrigatório, sequinho e super saboroso.

Para o prato principal optamos pelo Bacalhau a Lareira, 650 gramas de bacalhau servido com amêndoa frita no azeite, batata, couve-de-bruxelas e arroz de brócolis, incrível (R$ 159,00), o prato serviu 4 pessoas sem exageros.

Captura de tela 2013-01-02 às 23.26.51

No segundo dia de passeio fomos até a praia de Meaípe que fica em Guarapari. Nesse local há locais que vendem o bolinho de Aipim recheado – é uma delícia – mas cuidado, o bolinho é enorme e equivale a uma refeição! Adorei o da Barraca da Zezé.

No almoço decidimos conhecer o restaurante Gaeta, também estrelado pelo guia 4 Rodas, e comer mais uma moqueca capixaba, especialidade da casa.

Nossa entradinha foi cortesia, uma porção de camarão empanado bem sequinho, deliciosa.

A Moqueca (R$ 165,00) desta vez foi de badejo com lagosta, acompanhada de pirão, arroz e de brinde uma moqueca de banana.

Estava deliciosa, mais uma vez pedi para não adicionarem coentro na minha, decididamente é um ingrediente que não gosto.

Para a sobremesa é obrigatório pedir a famosa torta de coco (R$ 8,00), sensacional!!!

Torta de Coco - GaetaEles me deram a receita e em breve, após eu testar,  vou postar aqui no blog.

A noite, para sairmos um pouco do circuito Moqueca, fomos até um Boteco de um Paulista, chamado, é claro, de Botequim São Paulo.

Adoramos, a cerveja estupidamente gelada e o ótimo bolinho de carne com pimenta biquinho e o pastel de carne com requeijão deram início a mais uma noite deliciosa na terra Capixaba.

No terceiro dia de viagem fomos levados ao Pirão, mais um estrelado pelo Guia 4 Rodas.

Começamos pedindo uma casquinha de Siri com catupiry (R$ 18,00), a adição do ingrediente na tradicional casquinha deu uma suavidade e sabor diferente, gostei.

Nosso prato principal foi, claro, Moqueca Capixaba (115,50), desta vez optamos pela de badejo com camarões pequenos, que eu acho muito saboroso, e nossa decisão foi acertada. Estava deliciosa. Na minha opinião a mais bem temperada de todas que provei.

moqueca restaurante pirão

No último dia, já estávamos querendo fugir dos peixes e optamos por uma Cantina. A Cantina do Bacco foi uma grata surpresa, massas bem feitas, apresentação bonita e ambiente super agradável, finalizei minha viagem degustando um spaghetti a carbonara (R$ 24,50) delicioso.

O Mercado – Feira Gastronômica

20121209221801078Hoje conheci O Mercado – Feira Gastronômica, que aconteceu no Mercado Municipal de Pinheiros. A feira foi idealizada por Checho Gonzales, Henrique Fogaça e Lira Yuri, e tem como objetivo resgatar a comida de rua. Traz  comida gourmet de grandes chefs a preços populares, os pratos variam de R$ 5 a R$ 15 reais.

O evento, em sua última edição do ano, contou com 27 barraquinhas com  aproximadamente 46 pratos para deleite dos que por lá passaram.

Eu provei :

o delicioso baião de dois do Mocotó (chef Rodrigo Oliveira);

o fantástico sanduíche de filet mignon empanado, recheado com queijos gorgonzola e meia cura e vinagrete de rúcula e limão do Chef Henrique Fogaça (Sal Gastronomia);

                                                             20121209221456080

o porco na lata com purê de pequi e molho provençal dos chefs Geovane Carneiro e Luciano Nardelli do D.O.M, o porco derretia na boca e o purê de pequi estava delicioso;

para finalizar o inesquecível bolo de coco da La Vie en Douce (chef Carole Crema, de quem sou fã). Lá também estava Marina Hernandez que apresenta o programa Cozinha Caseira no canal bem simples junto com Carole. Aproveitei pra tietar!

20121209221230944

Existiam outras delicias que eu gostaria de ter provado mas vai ficar para a próxima edição da feira. Quando souber informo aqui no blog, é imperdível. Oportunidade de se comer pratos incríveis perto dos grandes chefs a preços acessíveis em ambiente descontraído, com boa música. Diversão garantida para olhos, ouvidos e principalmente PALADAR!

Twelve Bistrô

20121202114106992

Esse bistrô, pequeno e aconchegante localizado na Vila Madalena guarda surpresas interessantes.

O Twelve Bistrô é comandado pelo Chef australiano Greigor Caisley no Brasil desde 2000. Em um menu enxuto é possível degustar deliciosas coxinhas de rabada (R$ 16,00 a porção com 6 unidades) crocantes com massa fina e macia e um suculento e bem temperado recheio de rabada. Há também o Fish Finger’s com molho tártaro (R$ 26.00), pedaços de peixe frito (o peixe estava um pouco gorduroso no final) acompanhados de uma deliciosa maionese temperada. Existem opções de saladas e outros petiscos.

A Carta de Cervejas é boa, com opções nacionais e importadas são ótima pedida pra acompanhar os petiscos servidos na casa. Nessa visita experimentamos a Conti Premium Pilsen (R$ 12.00), cerveja produzida em Cândido Mota, muito saborosa.

Como prato principal aconselho o Fish ‘n’ chips  (36,00), deliciosos pedaços de robalo empanados em massa que leva cerveja em sua preparação, chegam à mesa crocantes e são suculentos e saborosos. As batatas tem um toque de alecrim. Delícia!

Experimentei também o robalo com curry amarelo e arroz branco (R$ 40.00). O peixe estava muito suculento mas achei picante demais para o meu paladar.

Durante a semana servem menu executivo.

Rua Simão Alvares, 1018, Pinheiros – São Paulo

Fone: 11 3562- 7550

Aberto

Terça a Sábado das 12:hs00 às 24hs00
Domingo das 12hs00 às 19hs00

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑